IGREJA DO BAIRRO CAPELINHA

 

Padroeiro: Santo Expedito

O bairro da Capelinha está localizado no terreno da antiga fazenda do Pe. Floriano, construída no final do século XVIII. É a capelinha da fazenda que deu nome ao bairro. Capelinha, na denominação de hoje, porque na época chamava-se ermida. Esta ermida foi atestada no Livro de Registro das Visitas Pastorais, de 1821 a 1826, pelo 5º Bispo de Mariana, D. Frei José da Santíssima Trindade. Mais tarde a fazenda passou por vários donos, sendo que em 1874 ela já pertencia a Joaquim Gabriel Martins Quintão.

Com a chegada da Estrada de Ferro Vitória a Minas (1932) e da Central do Brasil (1936), o bairro serviu de importante entreposto comercial da Firma J. Moreira & Irmãos, porque era ali que se descarregavam e embarcavam as mercadorias. Em 1966, a firma J. Moreira loteou parte do terreno que constitui o bairrro da Capelinha.

Essa fazenda, na época em que José Expedito Martins da Costa foi Prefeito da cidade, no período de 1973 a 1976, foi desapropriada com a finalidade de se construir ali o Distrito Industrial de Nova Era.

O núcleo humano aí se estabeleceu desde os tempos da antiga fazenda, vindo, com o tempo e as várias atividades, crescendo em população e importância.

Antigamente a Comunidade da Capelinha não podia contar com muitas pessoas para o trabalho de catequese. A primeira pessoa que se destacou como catequista assídua foi a Dona Maria Dionísio, que organizava os encontros de catequese em sua própria casa, incentivando sempre a participação das crianças. A comunidade foi sempre muito grata a ela pelo esforço e dedicação em acompanhar a aprendizagem religiosa das crianças.

As celebrações eram até então feitas debaixo dos postes, aproveitando-se a claridade das lâmpadas e alternando as ruas a cada celebração realizada. Com o passar do tempo, a comunidade passou a contar com a colaboração do Sr. José Correia, que cedia a garagem de sua casa para que as celebrações ali fossem feitas, pois muitas vezes chovia ou fazia muito frio, dificultando a participação das pessoas.

Os padres sempre apoiaram a comunidade nas celebrações: Pe. Leão, Pe. Tacílio, Pe. Aristeu, Pe. Amador, Pe. Celso e atualmente Pe. Eugênio e Pe. Valdenir.

Há muitos anos, a comunidade sonhava em construir uma igreja para atender suas necessidades. Muitos duvidavam de que esse sonho se concretizaria. Mas, para nossa alegria, em 9 de fevereiro de 2006 a comunidade recebe da Paróquia, através do pároco Pe. Eugênio Ferreira de Lima, o lote para a construção da igreja Santo Expedito.

Por volta do de 2008 inicia-se a construção da igreja com a ajuda de voluntários, tanto na questão de doações como na mão de obra.

Na igreja parcialmente construída, a primeira missa foi concelebrada pelo Bispo Dom Odilon e Pe. Eugênio, no dia 19 de abril de 2010. A partir dessa data deu-se início ao encontro das comunidades.

Em todo 19 de abril a comunidade comemora a Festa de Santo Expedito, com orações, missas, participação de outras comunidades e barraquinhas. A festa é bem animada.

O prédio da igreja vem atendendo as necessidades da comunidade como: encontros de catequese, encontros para reflexões, novenas, celebrações. Toda terça feira a comunidade é convidada a rezar o terço às 19 horas. A comunidade se reúne, no dia 19 de cada mês, para a celebração da missa.

Como o prédio da igreja ainda não está concluído, ainda são realizados vários trabalhos para a comunidade angariar fundos a fim de que o sonho seja realizado: ver a igreja de Santo Expedito totalmente construída. Que as doações e os trabalhos voluntários continuem acontecendo.

Fonte:

Dora dos Santos Rocha.

 

 

 

 
 
 
 
 
 

Paróquia de São José da Lagoa

Diocese de Itabira - Coronel Fabriciano

Rua Gustavo Lage; nº 40; Bairro Centenário, Nova Era - MG
www.paroquiasaojosedalagoa.com.br


A Paróquia     -     Agenda     -     Notícias     -     Fotos     -     Liturgia     -     O Paroquiano     -     Contato