Notícias

 

 
Artigo
21/03/2015

Uma Igreja idosa, mas sempre capaz de rejuvenescer

Breve reflexão de um dos primeiros autores cristãos, escrita há quase 1900 anos

Aleteia


O “Pastor de Hermas”, ou simplesmente “O Pastor”, é uma obra literária cristã do século II. Chegou a ser considerada por alguns dos Padres da Igreja como parte do cânon bíblico na etapa inicial do cristianismo e foi vista como um texto de grande autoridade entre os séculos II e IV. Os primeiros cristãos respeitavam profundamente o “Pastor”, mas em geral não lhe atribuíam o nível de inspiração divina que se reconhecia aos textos bíblicos canônicos.

Quem escreve o livro é um escravo liberto chamado Hermas, que narra cinco visões que ele próprio teria tido, seguidas por doze mandamentos e dez parábolas.

Em um dos relatos, Hermas conta que teve a visão de um anjo aparecido na forma de um jovem pastor. Na mesma visão, surgia também uma anciã vestida de luz resplandecente, que trazia nas mãos um livro, sentava-se e cumprimentava Hermas. O escritor, então, perguntava ao anjo:


- Quem é esta anciã?
- É a Igreja.
- E por que ela é tão idosa?
- Porque ela foi criada antes de todas as outras coisas.


É por isso que ela é tão anciã: porque o mundo foi formado para ela.

Na primeira visão, eu a vi muito idosa e sentada em uma cadeira. Na visão seguinte, ela tinha aspecto mais jovem, mas seu corpo e seus cabelos ainda tinham aparência de muita idade; ela me falava em pé e estava mais alegre do que antes. Na terceira visão, ela já era muito jovem e bela; de anciã, tinha somente os cabelos; mantinha-se muito alegre e sentava-se em um barranco.

Na primeira visão, explicou o anjo, a mulher se mostrava tão velha e estava sentada porque o espírito da comunidade estava velho, sem forças, por causa da languidez e das dúvidas. Na segunda visão, ela estava em pé e com ar mais jovem e alegre, apesar do corpo e dos cabelos de mulher idosa, porque Deus teve piedade dos cristãos, que deixaram a languidez de lado e recobraram a força, fortalecendo-se na fé. Na terceira visão, ela se mostrou encantadoramente mais jovem, bela e alegre porque os seus filhos que fazem penitência se rejuvenescem e se fortificam plenamente.



Fonte: Aleteia

 

:: Voltar ::

 
 
 

Paróquia de São José da Lagoa

Diocese de Itabira - Coronel Fabriciano
Nova Era - MG